O Bosque dos Jequitibás é uma das maiores e mais antigas áreas de lazer da cidade de Campinas, visitada anualmente por aproximadamente 1 milhão de pessoas. O Bosque possui 10 hectares de reserva florestal nativa com várias espécies de plantas cadastradas e um zoológico com espécies de aves, répteis e mamíferos.

Em sua trajetória centenária de espaço de lazer o Bosque dos Jequitibás mereceu do CONDEPHAAT (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arquitetônico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo), em 1970, o tombamento de seu zoológico, do CONDEPACC (Conselho de Defesa do Patrimônio Artístico e Cultural de Campinas), em 1993, o tombamento de todo o conjunto e do IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente), em 1995, o reconhecimento de seu zoológico.